#22  Dezembro de 2007
Agenda

16 a 18 de Janeiro - 7.th Internacional Electronics Recycling Congress, Salzburg, Austria

19 e 20 de Janeiro - Curso "Conhecer as Aves pelos Ossos" (SPEA) - Lisboa

25 e 26 de Janeiro - XV Jornadas Pedagógicas de Educação Ambiental - Terra um Bem Comum - Santarém

28 de Janeiro a 1 de Fevereiro - Semana Europeia da Energia Sustentável

 

Se não consegue visualizar correctamente a newsletter clique aqui.
Notícias

Obras de Reabilitação do Jardim de São Pedro de Alcântara Quase Concluídas                                        As obras de reabilitação do Jardim de São Pedro de Alcântara deverão estar concluídas no dia 13 de Fevereiro de 2008. Encerrado ao público há mais de dois anos, o Jardim de São Pedro de Alcântara foi alvo de um vasto conjunto de intervenções no sentido de devolver o carácter romântico e valorizar os elementos notáveis, como lagos e estátuas, deste jardim do século XIX. Para além dos elementos referidos, foram feitas intervenções nos pavimentos, zonas verdes, mobiliário urbano, iluminação pública e criadas novas zonas de estadia.

Campanha de Plantações 2007/2008Iniciou-se a Campanha de Plantações 2007/2008 Começou a campanha de plantações 2007/2008 na Divisão de Matas (DM). Tendo em vista a contínua renovação e revitalização da vegetação dos Parques, foi criada uma brigada constituída por funcionários dos viveiros da DM a qual, espaço a espaço, vai procedendo a retanchas e a novas plantações. Até à data já foram plantados cerca de 300 novos exemplares entre cedros do Buçaco (Cupressus lusitanica), Liquidambares (Liquidambar tulipifera), choupos (Populus nigra var. italica), lódãos (Celtis australis) e tomilho (Thimus communis), distribuídos pela Quinta das Conchas, Parque do Vale Fundão e Parque José Gomes Ferreira. Estão ainda previstas plantações no Parque da Bela Vista e no Parque da Madre de Deus. Para além destas serão também efectuadas plantações/retanchas no Parque Florestal de Monsanto, Parque Oeste e nas áreas dispersas, estas através das empresas que mantém os espaços. As plantas usadas são provenientes dos viveiros do Departamento de Ambiente e Espaços Verdes.

Intervenção no arvoredo no PFMManutenção do Arvoredo em Monsanto               No sentido de controlar os riscos provocados pela acção de agentes bióticos no Parque Florestal de Monsanto, a Divisão de Matas procedeu ao abate de 136 ciprestes do Buçaco secos, (encontravam-se infectados com fungos basideomicetas), no Parque do Calhau, ao abate de 15 eucaliptos secos na Mata São Domingos de Benfica, e 40 na Alameda Keil do Amaral/vias principais. De forma a minimizar o risco de acidentes provocados pela queda de árvore e/ou pernadas para uma casa de função localizada junto à estrada do Outeiro, efectuou-se ainda o abate de um eucalipto e foram podados outros cinco, através da técnica de escalada, por uma empresa florestal especializada.

Intervenção contra a Lagarta do Pinheiro em Monsanto                                                                   Nos últimos três anos, devido ao tempo excepcionalmente seco, o número de indivíduos de lagarta do pinheiro (processionária), tem alastrado por todo o país. A cidade de Lisboa e o Parque Florestal de Monsanto, não escaparam a esta praga que, para além de causar o enfraquecimento, e possível morte, dos pinheiros e dos cedros, pode provocar (devido às características urticantes dos seus pêlos) alergias de pele, olhos e aparelho respiratório nos animais e nos humanos. Nesta altura do ano as lagartas encontram-se no seu grau de desenvolvimento máximo estando a abandonar os ninhos e a descer das árvores para se enterrarem no solo. Atenta a esta situação, e no sentido de combater esta praga, a Divisão de Matas tem procedido à destruição mecânica dos ninhos (o único método eficaz de combate), no Bairro do Caramão, na zona da Alameda Keil do Amaral, Bairro do Alvito, Bairro de Caselas, Cruz de Oliveiras e Vila Guiné.

Correcção de Linha de Água no Parque da Pedra No sentido de minimizar a erosão da linha de água  efémera existente no Parque da Pedra, Parque Florestal de Monsanto, a Divisão de Matas procedeu à correcção torrencial da mesma através da construção de paliçadas e de quatro patamares que vão permitir diminuir a velocidade da água. Foram ainda plantados cerca de 200 salgueiros e 100 folhados, e colocada a estacaria de 300 salgueiros. Esta linha de água resulta da existência no Parque da Pedra de um pequeno parque de merendas o qual, devido à sua estrutura, constitui uma pequena bacia de retenção de águas. Posteriormente esta água escoa por um talude formando-se assim uma linha de água efémera.        

Feiras no Jardins de Lisboa                                    Aos fins-de-semana, os Jardins de Lisboa são o palco de diversas feiras que lhes proporcionam uma vida cultural impar. De antiguidades a produtos biológicos, passando por artesanato, de tudo poderá encontrar nestes mercados ao ar livre. Aceite o nosso conselho e parta à descoberta...        

Feira de Produtos de Agricultura Biológica                                       Jardim França Borges (Príncipe Real)                                                     Todos os Sábados das 9h-15h 

Encontro Mensal de Coleccionismo, Velharias e Alfarrabismo             Praça de Londres - Jardim Central                                                        2.º Sábado de cada mês: 9h-18h    

Feira de Antiguidades, Velharias e Artesanato                                  Jardim Vasco da Gama                                                                       1.º e 3.º Domingo de cada mês das 9h-18h                           

Núcleo Museológico do Cemitério dos PrazeresNúcleo Museológico do Cemitério dos Prazeres     Desde sempre os humanos homenageiam os seus mortos, e desde sempre estas homenagens ocorreram de maneiras diferentes, demonstrando o que de mais profundo cada cultura tem.
O carácter próprio do Cemitério dos Prazeres foi-lhe dado pela sua implantação geográfica, já que servindo os moradores falecidos nos bairros mais ricos da cidade, fez com que se aí começassem a construir os jazigos das famílias mais importantes da cidade. É por isso que aqui estão sepultados muitas das personagens importantes da nossa história recente e estão construídos alguns dos mais belos exemplares arquitectura funerária portuguesa, permitindo um reencontro com a história da sociedade portuguesa nos últimos dois séculos.
O Núcleo Museológico dos Prazeres surge com o objectivo de concentrar a informação dispersa ao longo do Cemitério e apresentar ao público um vasto espólio de objectos abandonados nas capelas e jazigos prescritos.
Este espaço museológico procura envolver o visitante com jogos de luz, sombras, cor e som, estando expostas todas as espécies de objectos, estatuetas, crucifixos, com que os vivos tentaram perpetuar a memória dos seus entes queridos.
Na exposição presente no Núcleo foram destacados quatro temas:
-: Apresentando imagens de culto, que protegem o ente querido depois da Morte. Na sua maioria são imagens de Santos da devoção do defunto ou dos seus familiares. Também se podem observar imagens da Senhora de Fátima, que não sendo a padroeira de Portugal, espalhou rapidamente a sua devoção pelo pais e pelo Mundo.
-Luz: Apresentando objectos relacionados com a luz ou com iluminação, (castiçais, candelabros, velas) que no imaginário vão ajudar o defunto a percorrer o mundo das trevas até à Salvação, iluminando o seu caminho.
-Flores: Apresentando alguns objectos onde se colocam as flores (solitários, jarras) que ornamentam e perfumam o espaço, tornando-o acolhedor e ao mesmo tempo asséptico e higiénico.
-Ostentação: Pretendemos com a apresentação de algumas das peças mais valiosas do nosso espólio mostrar que até na morte existe diferenciação social.


Venha (re)descobrir Monsanto no Inverno           Em Janeiro venha (re) descobrir o Parque Florestal de Monsanto através das actividades propostas pela Divisão de Educação e Sensibilização Ambiental. Para saber mais clique aqui.                              

Mapa Virtual

Mapa Virtual das Árvores Classificadas
Venha descobrir o património verde existente em Lisboa com os Roteiros On-line de Árvores Classificadas de Interesse Público em Lisboa. Para além de um mapa geral de localização das árvores classificadas, o visitante tem à sua disposição um percurso virtual, organizado no tempo e no espaço, destinado a promover a descoberta, e exploração, dessas árvores. A organização é da responsabilidade da Divisão de Educação e Sensibilização Ambiental. Para saber mais clique aqui

Site do Mês                                                             Em Janeiro venha conhecer o site do Ecokids Program, um dos sites de educação ambiental mais premiados no mundo. Com origem no Canadá este site interactivo é a peça central do  EcoKids Program, um projecto da organização Earth Day Canada, que se iniciou em 1994, e que pretende disponibilizar material pedagógico, e actividades, às escolas básicas do Canadá de forma a envolve-las, e aos seus alunos, na acção ambiental. Uma ferramenta importante para educadores e pais de todo o mundo.